sábado, 23 de julho de 2011

medo, muito medo

  Desde pequena procurei sempre a resposta se deveria ou não fazer a tal complicada operação .. Uns médicos diziam que sim, outros para esperar até aos 18, outros , simplesmente, não sabia o que eu tinha e por isso não partilhavam a sua opinião sobre este assunto.
  Em pequena não tinha bem a noção do que tinha .. Só mais tarde, depois de me explicarem bem o que realmente tinha, fui, mais uma vez, ao médico (tal como sempre aconteceu ao desenvolver da minha infância. Cada semana um médico diferente e cada um dizia o seu prognóstico diferente,deixando-me a mim na mesma).
 Este último a que fui disse "Bem, se ela assim o pretender, ela pode fazer as quatro operações mas, acho que seria melhor aguardar até aos 18 anos". E até lá, tenho continuado assim, porque sempre pensei para mim "Óh, isto não me tem influenciado a vida e não sou diferente dos outros por causa disto, por isso, vou continuar assim, e não quero cá nenhuma operação!" . E sempre estive bastante segura da minha opção !
  Mas agora, agora sinto que isto, pela primeira vez, está a influenciar a minha vida e, o pior de tudo, está-se a intrometer entre mim e o meu sonho ! Nunca me vi tão empenhada em algo como estou nisto, e agora é o que é !
  Não quero ser tratada de maneira diferente dos outros, nunca o quis nem nunca o irei querer (antes pelo contrário, se há algo que me magoa é que me tratem de maneira diferente dos outros apenas por, na verdade, ser "diferente") mas conheço bem os limites que o meu corpo tem e, definitivamente, "aquilo" eu não consigo fazer (...). Não é porque sou trapalhona, porque ainda estou só no inicio ou por falta de esforço (aliás, eu tenho-me esforçado bastante !) mas sim porque, independentemente do que faça, a minha mente não consegue controlar o meu corpo e a força de vontade que tenho, aqui, é indiferente !
  Sim, eu tenho medo. Tenho medo que isto se torne uma barreira entre mim e o sonho que tanto quero concretizar e que tenha de desistir dele (...) Tenho medo de fazer as quatro operações que eu preciso mas que eles nem têm a certeza de como se faz (por ser algo raro) (...) Tenho medo que isto não pare por aqui e que continue a influenciar a minha vida como começou agora a acontecer e que tenha de desistir de "caminhos" que eu queira percorrer (...) Sim, eu tenho medo ! 

1 comentário:

  1. operada ao que princesa?
    obrigada! estou a seguir.

    ResponderEliminar